domingo, 17 Out , 2021
evidencia

PD Energy - A Energia Solar ao alcance de todos

há 11 meses

Amigos leitores. Nossa reportagem especial de capa que abre a edição deste mês de outubro falará de um assunto essencial, principalmente nestes tempos onde a economia precisa se fazer cada vez mais presente em nossas vidas. E que tal economizar na conta de energia elétrica, um dos gastos mensais mais relevantes, fazendo uso da energia solar?

Para explicar como isso é possível e está ao alcance de todos, desde o morador de conjuntos habitacionais ao produtor rural até o empresário, a Evidência Revista apresenta a PD Energy, a primeira e única empresa genuinamente rio-pardense a oferecer os chamados painéis solares para captação de energia de uma fonte inesgotável, o Sol.

Embora muita gente ainda desconheça, esse sistema de captação de energia tem como principal objetivo a redução de valores na conta, além de ser uma fonte de energia limpa e renovável.

Em entrevista à nossa Evidência, o empresário e engenheiro da PD Energy, Samuel Folchetti, detalhou sobre as vantagens de se ter um gerador de energia solar em casa, bem como as facilidades para adquirir o equipamento necessário e, claro, suas vantagens para a conta de energia elétrica.

Samuel também contou um pouco sobre como a empresa começou e todo estudo e embasamento técnico que ele buscou para oferecer esse tipo de produto aos clientes, o que inclui uma experiência de mais de 10 anos de excelentes trabalhos prestados ao pólo industrial, MBA em Gestão de Empresas, além de histórias curiosas que fazem da PD Energy uma das mais conceituadas no mercado rio-pardense, da região e agora também em Minas Gerais.

E como todo início de um novo projeto não é fácil, com Samuel não foi diferente. “Apesar do conhecimento neste mercado que realmente estava e ainda está se abrindo no Brasil com relação à energia solar me chamaram até de ‘louco’ quando apostei na idéia de oferecer esse tipo de serviço aqui na cidade. Entretanto, nestes últimos 5 anos desde que a empresa foi inaugurada estamos possibilitando uma nova fonte de energia a inúmeros clientes, que passaram a conhecer as vantagens de ter o Sol como um aliado para energizar desde um carregador de celular até um chuveiro ou um pivô de irrigação com economia, é claro, na temida ‘conta de luz’ no final do mês”, ressaltou Samuel.

UM SONHO REAL: O SOL É O LIMITE

Antes de investir na PD Energy, Samuel passou anos de sua vida em Poços de Caldas, onde graduou-se engenheiro eletricista e, mais tarde, em engenheiro civil. Na cidade mineira fez carreira em uma multinacional por 10 anos, local onde começou a vislumbrar seu sonho. “Nesta década de trabalho conheci muitas pessoas que me ajudaram, me possibilitaram oportunidades, porém, por conta da família que estava crescendo tive que deixar a carreira na indústria e retornar a São José”, contou.

Todavia, o conhecimento de Samuel foi aprimorado com um MBA e foi a partir daí que ele começou a querer colocar em prática seus planos no Mercado de Energia Solar. “Sempre busquei embasamento técnico e teórico para criar a empresa, não foi apenas uma ‘aposta’, houve planejamento, um plano de negócios muito bem elaborado. Após todos esses anos de trabalho e estudos senti que estava na hora de investir neste mercado, até um pouco desconhecido, mas que eu realmente acreditei que obteria êxito, além de realmente auxiliar a comunidade a diminuir suas contas de energia, honrando o juramento do Engenheiro: ‘buscar o desenvolvimento da sociedade protegendo o meio ambiente”, observou.

Mas, o jovem empresário, que à época, em 2015, tinha acabado de completar 30 anos teve que encarar até mesmo um pouco da incredulidade da família. “É até interessante essa história. Quando eu disse que estava voltando a São José e que possivelmente investiria em uma empresa de geração de energia solar, meu pai, o saudoso Miguel Folchetti, dizia que eu estava louco. Em Poços eu já tinha uma estabilidade, mas o nascimento do meu primeiro filho e a proximidade com a família me fizeram repensar na minha carreira, eu já estava me preparando para esse dia, mas a tomada de decisão, a “virada na chave”, foi a mais importante da minha vida. Mesmo meio a contragosto dele e até de alguns amigos, inaugurei a PD Energy. Porém, como eu venderia um produto que as pessoas nem ao menos sabiam pronunciar o nome, afinal o que era esse tal Sistema de Energia Fotovoltaica?”, indagava-se.

O primeiro projeto para geração de energia solar que Samuel desenvolveu foi para a sogra, Henryete Spina. “Eu tinha que mostrar meu produto e a Henryete acreditou nele. A partir daquele momento, a PD Energy deslanchou porque eu pude, além de falar sobre a energia solar, mostrar como, de fato, ela funcionava. E, graças a Deus, meu querido pai pode acompanhar um pouco desse crescimento da empresa e até se tornou vendedor dela!”.

Após esse primeiro projeto, Samuel disse que contou com o apoio de um grande amigo no desenvolvimento de uma campanha de marketing. “O publicitário Gustavo Missura auxiliou muito a empresa com relação ao plano de marketing. Visitamos empresas, levamos conhecimento e informação desde o produtor rural às grandes indústrias e, assim, a PD Energy se tornou uma referência, sendo a 1ª a ter homologação junto à CPFL. A primeira venda efetiva de projeto da empresa foi para o Malagutti, avicultor e comerciante de carnes aqui da cidade”.

“DO SOL PRA TOMADA”

Com este lema, a empresa iniciou suas atividades, sempre mostrando a qualidade de seus produtos e serviços, além de explicar o funcionamento e as vantagens da geração de energia solar aos clientes.

“O primeiro passo quando o cliente busca a PD Energy é analisar a conta de energia elétrica do mesmo. Após essa análise, desenvolvemos uma proposta de solução que ofereça o máximo abatimento na conta de energia do cliente, seja para sua residência, comércio, empresa ou propriedade rural”, explicou Samuel.

A partir daí é desenvolvido o projeto para instalação dos painéis à captação de energia, que são modulares, ou seja, podem ser inseridos para suprir uma necessidade imediata e se adequando ao longo do tempo. “Trabalhamos com equipamentos de ponta, somos credenciados e autorizados WEG e geralmente a colocação é feita nos telhados, com todo cuidado pelos técnicos experientes da PD Energy”.

Samuel mencionou que a empresa também oferece toda estrutura de fixação dos painéis, que é produzida aqui mesmo em São José pela PD Serviços Industriais, mais um braço da empresa que surgiu a partir da necessidade de ampliar o atendimento aos clientes. “Toda equipe de técnicos é treinada constantemente e possuem certificação NR 10 e NR 35, PPRA (Programa de Prevenção e Risco de Acidentes) E PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional), operando com todos os equipamentos de segurança (EPIs), o que garante um trabalho seguro para os colaboradores, para o nosso cliente e onde os equipamentos serão instalados”.

O empresário explicou que, embora o cliente esteja fazendo uso da energia solar, a partir do momento em que os painéis são instalados, a conta de energia elétrica chegará normalmente à residência, porém em valores bem menores. “O valor da nova conta é de consumo mínimo, que pode variar de até R$ 55,00 no mínimo na Zona Rural, ou até R$ 82,00 no mínimo na cidade”.

 
Eduardo Mendes - Gerente de Tecnologia e Professor Universitário

“Esse sistema de captação de energia solar da PD Energy é fantástico. Primeiro porque a estrutura onde os painéis foram instalados se tornou uma garagem e segundo pela redução na conta de luz, já que um de meus hobbys é aquarismo, ou seja, consumia muita energia elétrica antes de conhecer a tecnologia fotovoltaica. E o Samuel sempre está à frente das necessidades dos seus clientes. Tanto ele quanto a equipe PD Energy estão de parabéns por essa nova tecnologia que usa uma fonte inesgotável de energia, o Sol”.


COMO ADQUIRIR SEU GERADOR DE ENERGIA SOLAR?

Para adquirir o equipamento necessário à geração de energia solar, a PD Energy dispõe de parcerias com agentes bancários, o que inclui a BV Financeira, a qual a empresa é credenciada. “As linhas de crédito atuais são bem facilitadas para todos os públicos. Aos produtores rurais, por exemplo, há um crédito bancário direcionado ao incentivo da energia solar, assim como a programas habitacionais populares. Mesmo para pessoas físicas ou jurídicas os valores são bem acessíveis. Dependendo do consumo, o investimento inicial pode ser a partir de R$ 3.500,00, que poderá ser amortizado em até 5 anos com benefícios para os próximos 25 anos, que é o tempo de garantia dos painéis e que podem ser ainda mais duráveis, conforme a sua manutenção”, informou Samuel.

A partir do momento que o cliente fecha negócio e tem seu crédito aprovado, a instalação dos painéis é realizada entre 2 a 3 dias e o funcionamento dos mesmos entre 30 a 45 dias após instalados.

Fernando Malagutti - Empresário

“A principal vantagem da energia solar é mesmo a redução drástica dos custos na conta de luz. A economia que vamos fazer aqui na empresa em 4 anos conseguiremos quitar o financiamento para instalação dos painéis. Depois é só lucro”.

 
Henriete Spina - Advogada e Corretora de Imóveis

“Acreditei neste projeto de geração de energia solar da PD Energy e estou muito satisfeita com os resultados, principalmente em minha conta de luz, que atualmente pago pouco mais de R$ 50,00 por mês. Recomendo muito os trabalhos da PD Energy, que foram realizados com muita atenção e profissionalismo!

Sandro de Moraes - Produtor Rural em Caconde

“Acreditei nesta nova tecnologia e hoje estou muito satisfeito com o projeto desenvolvido pela PD Energy aqui na minha propriedade rural. A energia solar está gerando uma grande economia na minha conta de luz. E eu recomendo aos produtores, grandes ou pequenos que invistam na tecnologia fotovoltaica, pois os resultados são excelentes”.

 

DEIXE O SOL PAGAR SUA CONTA

Todo o portfolio da PD Energy e PD Serviços Industriais possui uma gama que atende aos clientes nas mais diversas áreas, levando soluções para redução de custos e eficiência energetica. “Aumentamos nosso portfolio de entregas e buscamos soluções financeiras no mercado, desde o momento que o cliente chega na porta da empresa até a entrega final e o acompanhamento nas primeiras contas de energia estamos junto do cliente, logo nos primeiros meses temos a rotina de visitar o nosso cliente para lhes ensinar como é o processo de limpeza dos paineis, muito importante para manter o sistema operando de forma confiável, afinal o nosso cliente busca solução e não problemas. Alguns clientes querem acompanhar a produção de energia que pode ser monitorada a distancia por aplicativo de celular” complementou Folchetti.

CONTA NUNCA MAIS

A geração de energia através desse modelo de negócio, principalmente para o produtor rural, é uma alternativa para tornar viável a produção no campo, os créditos a juros baixos, menos de 2,5% ao ano são um dos atrativos que fazem com que esse segmento já represente 20% do mercado de geradores solares instalados no país. “Temos um produto de tecnologia de ponta nas mãos, diferente de um carro que você compra e ele só vai te dar gastos ao longo dos anos, e na revenda ainda custará menos da metade do que você pagou. Um gerador solar aumenta seu resultado diminuindo seus custos e reduzindo sua despesa com a conta de energia, além de aumentar o valor do seu imóvel: uma casa ou fazenda que produz a energia própria têm aumento de até 20% no valor de mercado em relação a empreendimentos similares sem essa tecnologia implementada”, informou Samuel.

CRESCIMENTO NA PANDEMIA: FUTURO PROMISSOR

Samuel destacou que a empresa cresceu mesmo em tempos de Pandemia. “Acredito que as pessoas, os empresários estão buscando cada vez mais alternativas para economizar e a conta de energia é um dos itens que mais pesa no bolso de muita gente. Esse crescimento na PD Energy vai de encontro a um aumento pela procura dessa nova alternativa, segundo a Sociedade Brasileira de Energia Solar, que divulgou um crescimento de 54% nos últimos 12 meses no mercado Solar”, observou.

E já que o futuro da energia solar é promissor, Samuel também já pensa na expansão dos negócios da empresa com a implementação de soluções off grid, que nada mais é que levar a energia solar a locais remotos, onde não há nem mesmo a energia elétrica. “Também já estamos apresentando projetos a concessionárias de energia em Minas Gerais, além do desenvolvimento de Parks Energy, inclusive nosso primeiro projeto foi para o restaurante rural Recanto da Vovó. O Park Energy é um estacionamento destinado à instalação dos equipamentos para geração de energia solar”.

Samuel finalizou dizendo que além de toda questão ambiental, já que a energia solar é considerada a mais limpa que existe, renovável e inesgotável, ela ainda possibilitará essa economia real, com um investimento acessível. “A PD Energy tem o compromisso de levar até o cliente soluções para sua vida por meio da energia solar. O crescimento das atividades mostra que essa opção está e estará cada vez mais presente nas casas, propriedades rurais, comércios e indústrias brasileiras. E a você que ainda não nos conhece, faça-nos uma visita e saiba como a energia solar pode, realmente, mudar sua vida para melhor”, concluiu.


FAMÍLIA: O ESTÍMULO E O MOTIVO AOS SONHOS

A motivação para Samuel voltar a São José e investir em sua própria empresa foi à família. Um de seus sonhos sempre foi ser pai antes dos 30 anos e isso realmente aconteceu. “Quando meu filho nasceu foi mais um motivo para que eu me estabilizasse profissionalmente por aqui. Aliás, sempre quis proporcionar um ambiente mais saudável para criar meus filhos e Rio Pardo, sem dúvida, é o lugar ideal”, disse Samuel.

E, a pouco mais de um ano, ele e a esposa Beth Spina, se tornaram pais de uma menina. Com a família completa, Samuel também encontrou nela o apoio necessário para acreditar cada vez mais em seu projeto com a PD Energy. “Hoje, tanto a minha família, quanto a família de minha esposa sentem orgulho da família que formamos e como estamos trilhando nossa jornada. Esse apoio de ambas e também de minha esposa e filhos me motiva a cada dia a melhorar, seja pessoalmente ou profissionalmente falando. Boa parte do meu tempo eu dispenso à empresa, mas quando posso meu lugar sempre será ao lado de minha família, que formei aqui e que pretendo vivencia-la aqui em Rio Pardo também”, concluiu Samuel.

 

• Fotos de Capa: Pedro Júlio Photografias
• Textos e Reportagens: Natália Tiezzi Manetta
• Direção, Criação e Produção: Marcelo Trinca
• Criação e Diagramação: Agência Boomerang


COLUNISTAS