sexta, 01 Jul , 2022
evidencia

Você sabe porque o afeto é tão importante para nossas crianças

há 1 mês

Olá amigos da Revista Evidência! Vamos falar sobre o que é fundamental para sobrevivência das crianças: O AMOR!

Vocês sabiam que crianças que recebem amor são crianças que se tornam mais fortes e mais resilientes

Receber amor faz com que a criança consiga saber o que são emoções positivas e que se acostume a um padrão afetivo de carinho, de vínculo positivo e de afeto. O amor é uma base sólida que levamos para a vida toda, é um guia para encontrarmos boas relações ao longo da vida e não nos contentarmos com relações onde ele não estiver presente.

Amor é laço que une, que faz com que a criança se sinta importante e aceita e que através dessa aceitação, perceba sua importância para todos que estão à sua volta e também para ela mesma. Sentir-se aceito e importante, são as nossas principais necessidades de vida, são quase que tão essenciais como o ar que a gente respira e quando não conseguimos entender que somos importantes para alguém, qual razão teremos para continuar vivendo? Percebem a importância?

Você não sabe como demonstrar esse amor

Bom, o amor você já conhece e o instinto está dentro de você pois é natural dentro de todo ser humano, deixe-o falar mais alto e você verá que naturalmente ele irá encontrar o caminho.

Se sua educação não tiver sido assim, amorosa e afetuosa, busque ajuda e mude! Mudanças são sempre possíveis e através dela modificamos todas as gerações que virão após a nossa. Através de nós, o mundo pode mudar!

Também é preciso ensinar a criança a lidar com emoções e sentimentos! Tanto os bons de sentir como aqueles que não são tão legais também, como a raiva, a frustração, a mágoa, a tristeza.

Ajude sua criança a identificar suas emoções, a conseguir falar sobre elas e a expressá-las de forma adequada. Seja exemplo na expressão das emoções e sentimentos! De nada adianta você tentar ensinar seu filho a expressar a raiva de forma adequada, se você grita, xinga, chuta e bate. Acolha as emoções de sua criança, não humilhe, ridicularize, mas também estabeleça limites e regras. Aprender a lidar com emoções negativas é uma das nossas principais armas para enfrentar a depressão, outros transtornos emocionais e inclusive o suicídio.

Quando conseguimos fazer com que uma criança consiga enfrentar as emoções que são ruins de sentir de forma adequada, estamos ensinando e criando resiliência nelas.

Mas é preciso cuidar de nós! Precisamos estar bem conosco mesmo para sermos agentes de mudanças positivas!

Preciso ser uma árvore que dá boas sementes. Não há como falar de infância saudável se os adultos que as guiam não estão saudáveis, então, procure ajuda, cuide-se e mude o que for necessário, pois você é importante e único!

Até logo! Abraços com amor!


COLUNISTAS